[FP] Minnie Belikov

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Minnie Belikov

Mensagem por Convidado em Ter Jan 14, 2014 11:46 pm



Ω Ficha - Semideus Ω

Nome Completo do Personagem: Minerva Mazur Belikov
Nacionalidade & Naturalidade: Nova York, Estados Unidos.
Idade e Data de Nascimento: 31 de outubro, dezessete anos.
Sexo:Feminino.
Orientação Sexual: Heterossexual.
Características Físicas: Cabelos longos e levemente ondulados combinados com grandes e brilhantes olhos fazem Minnie parecer uma garota linda. As bochechas são um pouco ''gordinhas''. Os lábios são um pouco carnudos, deixando o sorriso da menina ainda mais bonito e convidativo.
Características Psicológicas: Minnie sempre fora uma garota encantadora, cativante, divertida e alegre. E mesmo quando estava sobre efeito de drogas ou bebidas alcoólicas, jamais deixou de ser uma menina adorável. Mas isso nunca passou de uma máscara para esconder o quão infeliz era. Não se sentia perfeita, tão perfeita quando uma modelo. Magra. Linda. Não, isso sempre fora a meta de Minnie e ela literalmente se matava para ter isso.
Sangue: Grego.
Filiação Zoey Belikov
Irmãos Matt Belikov, meio-irmão.
Sobre eles:Somente Matt se encontra vivo.
Parente Olimpiano: Éolo.



Historia do Personagem
.

Minerva cresceu escutando o quão patética era sua vida. Sabia que era muito amada por sua mãe, mas quando se falava de comida ou peso, as duas viviam brigando. Minerva era uma criança gorda e por isso a mãe sentia um pouco de vergonha dela. Veja, a mãe de Minnie já havia sido modelo e por isso era tão ligada nesses lances de peso, comida, roupas e tal tal tal. Mas a menina nunca ligou para isso. Só se importava em comer e ser uma gorda feliz.
Talvez por não ser igual as outras meninas, que eram magras e lindas, Minerva nunca teve amigos. A menina vivia trancada em casa, apenas observando da janela todas aquelas crianças brincando e se divertindo, muitas vezes a sua custa, já que Minnie era motivo de piada entre as crianças de sua rua.
Cansada disso tudo, a mãe de Minerva escondeu todos os doces e comidas que ela julgava ser gordurosas, mas isso jamais impediu Minnie de continuar com seus hábitos alimentares. Sempre que conseguia, pegava dinheiro da carteira de sua mãe ou com seu irmão, muitas vezes simplesmente pedia para a mãe, alegando ter um trabalho para fazer. E assim, Minerva comprava seus doces e continuava feliz.
Isso durou até seu aniversario de onze anos, quando insistiu para mãe comprar um bolo na melhor confeitaria da cidade. Vendo que era um pedido de aniversário, Zoey não recusou. No dia do aniversário, toda a família estava reunida para comemorar com a pequena Belikov e restou para a mãe sair para pegar o bolo. Horas se passaram e nada de Zoey voltar.
Foi quando receberam um telefonema do hospital, dizendo que a mãe de Minnie havia sofrido um acidente e não tinha sobrevivido. Todos ficaram tristes, mas ninguém contou para Minnie naquele dia, mas a menina não era burra e sabia que algo acontecia, afinal, a mãe simplesmente decidiu parar no primeiro hotel que viu e dormir por lá?
Um mês depois do acontecimento, foi quando Minerva começou a induzir o vômito. A menina fazia dietas malucas, ficava dias sem comer, tomava remédios para vomitar ou tomava laxantes. Ao mesmo tempo que fazia isso, sentia que a culpa pela morte da mãe era dela, e isso não ajudou muito com tudo isso. A menina começou a se cortar e aos quinze anos começou a mexer com drogas e bebidas. Ninguém reconhecia Minnie, que nunca ligou para essas coisas. Foi quando Matt se cansou disso tudo e ''cortou'' as asinhas de Minerva, enviando-a para uma clinica de reabilitação, onde a menina ficou quase um ano até descobrir um modo de fugir.


Chegada ao Acampamento
.

Correr. Por quanto tempo estava correndo? Do que exatamente estava correndo e porque simplesmente acreditou naquele rapaz? Ele poderia muito bem ser um esquizofrênico e estar alucinando, mas por mais louco que parece, Minnie acreditava nele. Por um momento ela pensou que aquela moça fosse um monstro.
Minerva não conseguia mais correr. Ela estava fraca. Por mais que estivesse na reabilitação, ela não parou com seus hábitos de não comer/ induzir o vômito. Era complicado fazer aquilo, mas não impossível. Uma tontura atigiu a menina de um modo tão forte, que ela não suas pernas não aguentaram o corpo, e ela caiu no chão.
Jack, como o semideus havia se apresentado, ajudou-a a se colocar em pé. Ambos olharam para trás e viram algo que Minnie julgou ser uma Dracaenae. Jack a deixou escorada na parede mais próxima e foi lutar contra a Dracaenae. Os olhos de Minerva pesavam. Damn it, ela estava tão cansada que podia dormir ali mesmo, no chão, feito uma mendiga. Fazia três dias que ela havia fugido da clínica de reabilitação. Fazia três dias que havia conhecido Jack.
Minerva se perguntava se os outros humanos viam aquela Dracaenae. Mas estava tudo tão... vazio. Por mais que fosse de noite, deveria ter gente por ali? Prostitutas, assaltantes, bêbados e mendigos. Cadê aquelas pessoas? Retirou uma garrafinha de água da bolsa de Jack e deu dois longos goles, sentindo a água descer quase arranhando a garganta seca de Minerva.
Quanto tempo havia se passado? Segundos, minutos, horas? A menina não sabia dizer, apenas viu Jack se aproximando com alguns -vários- cortes e coberto por um pó dourado. Ele havia explicado que os monstros não morriam de verdade. Mas Minnie não falou nada, apenas entregou a garrafinha de água para o rapaz e continuaram a andar.
Os roncos da barriga de Minnie eram ouvidos, mas ela não iria comer. Jack, com que a menina havia se aberto e contado sobre seus problemas, a olhou feio como se fosse obrigá-la a comer. Bufando alto, a pequena Belikov retirou da mochila um pacotinho de bolacha de água e sal e comeu, fazendo questão de mostrar isso para Jack, que riu da atitude infantil da garota.
Jack resolveu chamar um táxi, alegando que não chegariam vivos se fossem a pé até o tal acampamento. O rapaz explicou para o motorista e quando chegou no meio da estrada, Jack mandou o homem parar, dizendo que os dois ficariam por ali mesmo. Não questionando, o motorista apenas pegou o dinheiro e se mandou dali. Andaram pela floresta até avistarem um acampamento. Eles finalmente haviam chegado no destino final deles.




Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Minnie Belikov

Mensagem por Éolo em Qua Jan 15, 2014 12:00 am

Aprovada, seja bem vinda
avatar
Éolo
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 28
Data de inscrição : 26/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum