Campos de Marte [Treinamento]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Campos de Marte [Treinamento]

Mensagem por Moiras em Qua Jan 22, 2014 10:11 pm

Campos de Marte

A mais plana e extensa parte de todo o vale que formava o acampamento Júpiter.
A grama esverdeada e bem cuidada era cortada o mais curto possível pelos faunos,touros e unicórnios que pastavam naquele local.a terra possuía falhas monumentalmente extensas e trincheiras de jogos anteriores.pelo perímetro do local se encontravam colunas caracteristicamente romanas, algumas estátuas, autômatos para treino, armas, balistas-escorpião, um forte ao fundo do campo e vários outros objetos e "coisas" que serão e foram usadas nos jogos de guerra.


[o campo de marte não terá uma forma "definitiva" pois nele serão realizados os jogos de guerra.neste tópico, os campistas poderão fazer treinos para ganharem experiencia e estamina.poderão ser feitos treinos solo de: esquiva,arco e flecha, espada e escudo, armas de longo alcance e armas de alcance médio ou pequeno, além de poderem treinar os poderes e elevarem os mesmos.]
avatar
Moiras
NPC Account
NPC Account

Mensagens : 183
Data de inscrição : 22/01/2014
Localização : "Mundo subterrâneo."

Ficha Olimpiana
HP::
100000/100000  (100000/100000)
MP::
100000/100000  (100000/100000)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campos de Marte [Treinamento]

Mensagem por Dean S. Black em Qua Jan 29, 2014 12:27 pm






Treinando com arco

Talvez deveria ser contra as regras vaguear pelo acampamento a noite e sem companhia, mas não me importava, e nem estava tão tarde. Continuei caminhando , deixando que meus pés me guiassem até que me dei conta que estava nos campos de marte, na arena de arco e flecha. Deveria ser por estar tarde, mas a arena não estava tão iluminada, apenas por tochas, dificultando a visualização do lugar. Mesmo assim, entrei, com as mãos nos bolsos da frente de sua calça, olhando fixamente para cada parte iluminada da arena afim de ter algum noção do espaço onde estava. Era grande, tinham vários alvos e bonecos de pano, dificultados por leves movimentações e pela marca de tiro distanciada. Fui então até a área das armas, pegando um arco de tamanho médio. Segurei ele com a mão esquerda, bem no centro, levantando o braço até a altura da minha visão, girando o pulso para certificar-se do equilíbrio que o mesmo lhe proporcionaria. Não era tão bom, então tentei outro, um pouco maior e mais pesado, fazendo a mesma movimentação. Perfeito!, pensei, deixando que meu braço caísse novamente ao lado do corpo, agora segurando o arco com firmeza. Fui até as flechas e peguei uma bainha que continha provavelmente vinte flechas ou pouco mais que isso, eu não me dei ao trabalho de contar exatamente, apenas dei uma rápida olhada certificando-se de que todas tinham terminais de equilíbrio. 


  Eu não havia pegado em um arco e flecha nesse padrão, apenas lembrava-me vagamente de ver algumas competições do tipo. Não deve ser tão difícil... se eu parar para pensar, e como se fossem nos jogos de guerra, se me lembro bem, os atiradores quando queria acertar um alvo no alto, não miravam exatamente em sua direção, inclinavam um pouco o corpo, deviam levar em consideração o ar.  pensei, sua mente trabalhava formulando ataques em guerras com um bom filho de Marte faria. 


  Arranquei um pedaço da grama e a soltei no ar, ela se moveu para a direita, molhei um pouco o dedo com saliva e o ergui no ar, o vento não estava muito forte. O alvo estava situado a cerca de 25 metros de onde e eu estava ( dava para ver aquelas linhas de distância na lateral), não era realmente distante, e era um alvo imóvel, daqueles com círculos de várias cores até que chegasse a mínima bolinha vermelha no centro. Respirei fundo, ainda com o arco abaixado, relaxando os ombros, buscando concentração. Semicerrei os olhos sutilmente buscando melhorar minha visão turva por conta de certa escuridão na arena, conseguindo ao menos visualizar o alvo com definição. Levou a mão direita à bainha que estava em suas costas, pegando uma das flechas. As duas mãos colocadas para baixo à frente de seu corpo, a direita colocando a flecha na linha do arco, a esquerda segurando no centro do mesmo, levantou o arco junto à flecha, respirou fundo uma vez mais, puxando a flecha com o dedo do meio e o anelar, até que esta quase tocasse sua bochecha. Com a coluna ereta, o braço esquerdo alto e esticado, o direito com o cotovelo dobrado e paralelo ao ombro, prendeu a respiração ao sentir o vento vir da sua direita novamente, com isso mirei um pouco acima do alvo, mais para a direita, sabendo que o vento poderia levar a flecha para a esquerda e a soltou ao mesmo tempo que sua respiração. A flecha foi cravada mais para a esquerda do que eu havia previsto, mas ela conseguiu atingir o último alvo antes do centro. Um pio acima de si fez com que eu levantasse a cabeça e visse uma pequena coruja marrom coruja observando meu treino.
- Foi bom né corujinha, vamos ao próximo. - falei verbalmente, sorrindo e vendo a coruja voar para um lado da arquibancada. 


  Caminhei entre alguns alvos, lançando flechas aleatoriamente mas sempre respeitando o limite que era imposto para o tiro, mudando os ângulos em que via os alvos, mantendo a postura e a movimentação do primeiro lançamento, repetindo as ações nos alvos: colocar a flecha, puxar a corda até que estivesse rente à seu rosto, endireitar a postura, observar a ação do vento e atirar. Por mais que fosse muito pelo que pensar, eu agia rápido. Por minha pouca experiência e a visão noturna não perfeita, conseguia acertar no limite do alvo central, duas vezes acertei o centro. Uma das vezes ela colocou o corpo cerca bem inclinado à esquerda do alvo, com isso sua flecha teria que ser atirada mais para a direita, indo diretamente contra a posição do vento, coloquei mais força, para que não pegasse muito a ação do vento, e então minha flecha atingiu o alvo vermelho. Quando levei a mão à minha bainha e percebi que só restava-me uma flecha mais, escolhi o alvo mais distante, dessa vez um boneco que movimentava-se de um lado para o outro. Posicionei a flecha, fechando um dos olhos, o pé esquerdo à frente do direito, corpo lateral, postura ereta, esperei que o boneco "dançasse" duas vezes de um lado para o outro para poder atirar a flecha mirando pouco acima da cabeça dele e conseguindo acertar o lado esquerdo do peito do mesmo. 

  Um suspiro de alívio saiu dos meus lábios, que agora estava com o corpo coberto de suor, os cabelos pregavam em minha nuca e meus braços caíram ao lado de meu corpo, exaustos. Minha respiração era acelerada pelo cansaço, coloquei o arco e a bainha vazia onde havia achado, não dei ao trabalho de recolher as flechas, não era meu trabalho. Estava cansado demais para sequer levantar os braços sem sentir uma pontada de uma dor ligeira nos ombros e tríceps. Mas estava feliz, havia conseguido distração e o cansaço suficiente para poder voltar ao seu dormitório da coorte e dormir.


Thank's Demetria for@ MDD


Dean S. Black

Aquele que controla o campo de batalha, controla a história.
avatar
Dean S. Black

Mensagens : 10
Data de inscrição : 08/01/2014
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio sangue

Ficha Olimpiana
HP::
100/100  (100/100)
MP::
100/100  (100/100)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campos de Marte [Treinamento]

Mensagem por Stephan Wolf em Sex Fev 21, 2014 11:33 am



Competição em um Labirinto
FRASE AQUI
 

Era uma manhã fria no acampamento Júpiter, e eu fui acordado pelo atual Centurião da quarta coorte, pois ele e o Pretor da primeira marcaram uma competição entre um de seus guerreiros, poderia ser qualquer um, mas justo eu fui escolhido, não sei por que, mas tinha que obedecer. Eu estava saindo da casa de banhos já vestido para a competição quando me deparei com Lucy sorrindo – me espionando outra vez?- perguntei rindo ao lembrar do dia em que ela me seguira para saber se eu era o ladrão que até então não descobrimos quem era – claro que não seu bobo- disse ela dando um soco em meu ombro como grandes amigos fazem assim seguimos para os campos de marte.
 
Eu estava um pouco nervoso, pois essa seria minha primeira competição, eu já vira várias, mas nunca participara de uma, quando chegamos ao meu destino notei duas coisas que me deixaram boquiaberto, primeira era a arena que eles construíram, ela era um grande labirinto sabia que nós romanos podíamos construir e desmontar coisas desse tipo rápido só que nunca imaginei que era tão rápido assim, e a segunda foi a surpresa que tive foi do meu adversário, era o Ethan o melhor arqueiro da primeira corte, era um filho de Mercúrio muito metido, mas ainda sim o melhor arqueiro depois dos filhos de Febo – não se preocupe com ele, lembre-se você é filho de Febo Deus dos arqueiros, e um dos melhores arqueiros que já vi aqui no acampamento- falou Lucy tentando me animar, engoli em seco e dei um sorriso para esconder meu medo – então você nunca o viu treinar- falei apontando para o garoto que portava seu arco de prata e uma aljava lotada de flechas. Lucy me deu tapinhas de confiança no ombro e foi para seu lugar na arquibancada. As portas do labirinto foram abertas eu e Ethan tomamos nossos lugares no inicio do labirinto, o Pretor posicionou-se no centro da arquibancada como se o mesmo fosse o imperador de Roma – Sejam todos bem vindos a mais um campeonato, como todos sabem sempre que um campeonato muda as suas regras também são modificadas - disse ele fazendo uma pausa dramática, e esboçando um sorriso irônico – As regras são simples, os dois competidores devem passar por todo labirinto que contem algumas armadilhas não letais - bufou ele em desaprovação – O primeiro a chegar ao centro do labirinto e recolher a bandeira será o vencedor - disse ele com um sorriso sarcástico – boa sorte cara- disse o garoto estendendo a mão para me cumprimentar, olhei para ele desconfiado e o mesmo recolheu sua mão. Quando o Pretor levantou sua mão para o ar eu segurei meu arco com mais força em minha mão esquerda, então o mesmo descera a mão dando sinal para começar, então nós dois saímos em disparada para dentro do labirinto, desde o início da partida eu conseguia ouvir os gritos de Lucy sobresaindo as vozes de nossos companheiros de coorte e acho que ate das outras coortes “vamos lá Stephan pense em suas vantagens e desvantagens, minhas vantagens são a locomoção portando só o arco pois não preciso de aljavas, meus movimentos seriam mais rápidos, mas ele é filho de Mercúrio o que quer dizer que corrida será o seu forte mas sua desvantagem e sua aljava que pesa atrapalhando seus movimentos parcialmente e claro as flechas que produzem o som de metal batendo em metal o que me ajuda” pensei, então comecei a respirar fundo e me concentrei em todos os sons dentro da Arena, era difícil por causa dos gritos então quando notei eu ativara uma armadilha que modificou totalmente meu trajeto fechando meu caminho, parei por um minuto e olhei em volta achei outro caminho e corri por ele, assim que dei alguns passos por esse novo trajeto escutei o barulho das flechas ao meu lado, enquanto eu corri medi a distancia que ele se encontrava e era exatamente a dez passos de onde eu estava, retesei o cordel criando uma flecha, mirei no ponto em que ele poderia aparecer e disparei a flecha, assim que ele passou pelo entroncamento que juntava o meu caminho com o dele a flecha passou quase pegando em seu rosto, o mesmo então olhou para mim sacou uma flecha e a disparou. A flecha passou a centímetros de meu peito, más foi o suficiente para fazer um pequeno rasgo em minha camisa, a parede onde minha flecha batera se abrira e ela revelava um caminho direto a bandeira assim que nós o vimos começamos a correr só que ele estava a minha frente então lembrei de algo que eu poderia fazer puxei e soltei o cordel do arco rapidamente duas vezes seguidas mas não mirei no garoto e sim em seus flancos para criar uma distração, e como previsto ele desviou das duas deu uma rápida olhada para trás sorrindo, olhei para a arquibancada e vi minha coorte apreensiva de eu não ganhar, enquanto isso a primeira fazia a festa então me concentrei e criei um chicote de energia solar em minha mão direita, o movimentei fazendo o mesmo se enrolar na panturrilha direita do garoto e quando ele fez o primeiro movimento eu puxei sua perna com força para trás o que o desequilibrou e o fez cair, nisso minha coorte explodiu em risadas e comemorações pois eu agora podia ganhar, mas como todos na primeira coorte Ethan odiava perder então ele se levantou mantendo um joelho no chão sacou sua flecha e retesou o cordel com a flecha já posicionada, comecei a ouvir gritos vindo das outras coortes e curioso olhei para trás notando que ele estava prestes a disparar a flecha, olhei para frente na mesma hora e fiz meu corpo brilhar quase igual ao sol, era o suficiente para atrapalhar a visão dele e acabou funcionando, o mesmo disparara sua flecha para o ar e eu cheguei ao centro do labirinto peguei a bandeira e a agitei no ar “Essa vitória foi para você meu amor onde quer que esteja” falei em minha mente honrando o amor da minha vida com aquela vitória. O pretor voltara ao lugar onde ele estava antes – Parabéns senhor Wolf sua coorte foi honrada com sua vitória agora - disse ele de cara fechada e eu sorria, saímos todos da arena e fomos almoçar no pavilhão que foi tomado por uma grande onda de festa que incluía a quinta a quarta e a terceira corte, mesmo essa ultima não gostando muito de nós ainda sim qualquer vitória sobre os metidos da primeira coorte já era algo que nos unia. Muitas risadas e felicitações me foram dadas pela vitória – Eu não lhe disse e só confiar em si mesmo - disse Lucy me abraçando forte retribui seu abraço – verdade eu tenho que acreditar mais em minhas habilidades - disse sentando em meu lugar enquanto uma das Aurae me serviu meu prato predileto uma grande fatia de pizza de carne e um copo de suco de caju, eu conversava e comia com meus colegas ria das piadas que eram contadas e de vez em quando olhava para onde Ethan se encontrava e eu podia jurar que o olhar dele era de quem queria me matar. 
@Lilah
avatar
Stephan Wolf

Mensagens : 27
Data de inscrição : 20/12/2013
Idade : 21

Ficha Olimpiana
HP::
87/100  (87/100)
MP::
80/100  (80/100)
Arsenal::

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campos de Marte [Treinamento]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum